DIA NACIONAL DE COMBATE AO GLAUCOMA

Publicado em 26 de maio de 2022

Hoje, dia 26 de maio é dedicado ao Combate Nacional ao Glaucoma.

Existem uma série de fatores de risco que favorecem o aparecimento da doença, como idade avançada, hipertensão arterial, miopia elevada, raça negra e hereditariedade. Por ser uma doença crônica e que não tem cura, na maioria dos casos pode ser controlada com tratamento adequado e contínuo. Quanto mais rápido for o diagnóstico, maiores serão as chances de se evitar a perda da visão.

O Dia Nacional de Combate ao Glaucoma nos faz lembrar da importância de um acompanhamento oftalmológico adequado como forma de prevenir e tratar essa doença que é considerada a maior causa de cegueira irreversível no mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Para todos verem: A imagem traz um flyer alusivo ao Dia Mundial de Combate ao Glaucoma. Do lado esquerdo está escrito "Diagnóstico precoce do glaucoma ajuda a prevenir a cegueira". Do lado direito há uma fotografia de um rosto, com destaque de um olho em cor azul.

Dia Mundial da Conscientização do Autismo

Publicado em 01 de abril de 2022

Ainda em relação às comemorações do Dia Mundial da Conscientização do Autismo, o CMDPcD de Pinhais disponibilizou no canal do YouTube um vídeo alusivo à data. Com a temática Além do Autismo, o vídeo, que é um compilado de depoimentos de mães de educandos do município, trazendo suas perspectivas a respeito de seu bem mais precioso, que são seus filhos. Vale a pena assistir!

O vídeo está disponível pelo link: youtube.com/watch?v=ohTEfQpnpzY

Para todos verem: A imagem traz um flyer alusivo ao Dia Mundial da Conscientização do Autismo. Sobre fundo branco com detalhes de peças de quebra-cabeças em tons de cinza claro, estão dispostas 3 fotografias (imagens retiradas da internet) com pessoas usando roupas azuis. Acima da foto está a frase "Dia Mundial da Conscientização do Autismo". Ao lado direito está escrito "02 de Abril". Abaixo à esquerda estão os endereços das redes sociais do CMDPcD (facebook e instagram) e no canto inferior direito está a logo do CMDPcD.

Dia Mundial da Conscientização do Autismo

Publicado em 27 de março de 2022

O Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Pinhais (CMDPcD) lança, a partir de hoje, uma campanha em suas redes sociais, incentivando a participação do grande público na divulgação do Autismo. Com o slogan "vista-se de azul", a campanha visa incentivar as pessoas a conhecerem um pouco mais sobre o transtorno do espectro autista (TEA), a fim de orientação, conhecimento e identificação precoce, o que possibilita que o atendimento multiprofissional inicie o mais rápido possível.

O Dia Mundial da Conscientização do Autismo é comemorado anualmente no dia 2 de Abril. Essa data objetiva promover a conscientização da população em geral sobre o transtorno de desenvolvimento, que afeta cerca de 70 milhões de pessoas em todo o mundo.

Para comemorar e divulgar essa importante causa, lançamos um Desafio, o “Vista-se de Azul''.

O Desafio será no dia 02 de Abril, a proposta é que as pessoas se vistam com peças de roupa na cor azul e, depois de escolher o modelito, registrem e postem a foto, marcando nossas redes sociais.

Facebook: www.facebook.com/cmdpcdpinhais

Instagram: www.instagram.com/cmdpcdpinhais

E aí, vamos participar?


Para todos verem: A imagem traz um flyer de propaganda sobre o Desafio "vista-se de azul". Sobre fundo branco, destacam-se a frase "Dia Mundial de Conscientização do Autismo" e a data "02 de abril". Como elementos ilustrativos estão presentes um laço com estampa de quebra-cabeça, uma foto retratando um homem, uma mulher e uma criança, todos vestidos de azul. No canto inferior direito está a Logo do CMDPcD.

Carteira de Identificação da pessoa com Transtorno do Espectro Autista (TEA): Como obter?

Publicado em 27 de março de 2022

O Cadastro e a emissão da Carteira de Identificação da Pessoa com TEA é realizado sem qualquer custo e mediante a apresentação dos seguintes documentos:

  • formulário, devidamente preenchido, para Carteira de Identificação da Pessoa com Transtornos do Espectro Autista (TEA);

  • certidão de nascimento ou documento de identidade e CPF;

  • comprovante de endereço atualizado;

  • atestado médico emitido por profissional (especialista em neurologia ou psiquiatria) do Sistema Único de Saúde (SUS) ou da Rede Privada;

  • foto 3x4 recente.

Importante: A carteira tem validade de 5 anos e pode ser emitida pelo seguintes órgãos:

  • Secretaria Municipal de Assistência Social:

    • Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), para o munícipe beneficiário do Benefício de Prestação Continuada (BPC);

  • Secretaria Municipal de Educação:

    • Escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), para o munícipe matriculado na Educação Básica;

  • Secretaria Municipal de Saúde:

    • Unidades de Saúde da Família (USF).

No município de Pinhais o cadastro das pessoas com transtornos do espectro autista tem a finalidade de mapear os casos existentes no município. Isso é essencial para formulação e execução de políticas públicas destinadas ao seu desenvolvimento, assegurar o atendimento com prioridade nos equipamentos públicos do município de Pinhais e promover a inclusão social.

Para todos verem: A imagem é da carteira de identificação da pessoa com TEA, adotada no município de Pinhais. Em fundo azul, destacam-se ao lado esquerdo espaço para fotografia 3X4, bem como espaço para preencher com dados pessoais. Ao lado direito há a figura de um laço com estampa de quebra-cabeça e a frase: "Atendimento preferencial e prioritário, conforme Lei Federal nº 10.048/2000 e Decreto Nº 5296/2004."

Para todos verem: Quadro com a logo do CMDPcD, com botão indicando "Assistir no YouTube" no canto inferior esquerdo.

Dia da Síndrome de Down

Publicado em 14/03/2022

A equipe da APAE Pinhais elaborou, em ação conjunta com o CMDPcD, um vídeo que traz importantes reflexões sobre a pessoa com Síndrome de Down. A diretora da APAE e membro titular da gestão 2021/2023 do CMDPcD, Liliane de Almeida, comentou que a intenção era de que os próprios alunos contassem um pouco sobre si, o que fazem e o que gostam. Eles são independentes em suas opiniões, realizações e atividades. O resultado, segundo ela, ficou muito melhor do que o esperado!

O vídeo pode ser assistido no nosso canal do YouTube, pelo link:

youtube.com/watch?v=AAfDqjl_XHM&t=3s

Para todos verem: Imagem com o conteúdo da Lei nº 14.306/2022, que institui o Dia Nacional da Síndrome de Down.

Criada a Lei Federal que institui o Dia Nacional da Síndrome de Down

Publicado em 14/03/2022

No dia 03 de março de 2022 foi publicada a Lei nº 14.306, que institui o Dia Nacional da Síndrome de Down.

O dia 21 de março deverá ser celebrado anualmente em âmbito nacional, sendo os órgãos públicos responsáveis pela implementação e coordenação de políticas públicas voltadas a esse público deverão promover eventos que valorizem a pessoa com Síndrome de Down.

O CMCPcD já está a postos para divulgar informações sobre esta importante data.

Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência promove a primeira reunião de trabalho do ano

Publicado em 17/02/2022

O encontro aconteceu na sede da Secretaria de Educação e marca o início dos trabalhos da entidade em 2022

Na manhã de quarta-feira (16), o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CMDPcD), promoveu a primeira reunião ordinária da entidade na sede da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

O encontro teve a participação de 13 pessoas e contou com a presença da presidente Louize Mari da Rocha, o promotor Ronaldo de Paula Mion, os membros titulares da área governamental que são os representantes das secretarias de Assistência Social, Educação, Desenvolvimento Econômico, Finanças, Obras e Saúde e os membros da sociedade civil organizada, das entidades que representam os segmentos da pessoa com deficiência auditiva, comunidade surda usuária da Língua Brasileira de Sinais, deficiência física, deficiência intelectual, deficiência visual e transtorno do espectro autista.

Na pauta do encontro, a definição do calendário anual de reuniões deste ano, discussão sobre a realização da V Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, a escolha dos coordenadores para uma das comissões internas da entidade, apresentações das ações das comissões, entre outros temas.

O Conselho Municipal dos Direitos da PcD de Pinhais se reunirá a cada dois meses e o contato com a entidade pode ser realizado pelo telefone (41) 3912-5404 ou por e-mail: conselho.deficiencia@edu.pinhais.pr.gov.br.


Original: Departamento de Comunicação e Cerimonial

Foto: Fabio Cristiano


Para todos verem: Foto com os componentes da gestão 2021/2023 do Conselho Muncipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Encontram-se em volta de uma mesa, sentados, todas as membros titulares, a secretária executiva e duas membros suplentes. Ao fundo da fotografia, ao centro, encontra-se a presidente do CMDPcD, Sra. Louize Mari da Rocha e ao seu lado esquerdo o Dr. Ronaldo Mion, promotor do Ministério Público do Paraná.


Para todos verem: Imagem em formato quadrado, com fundo branco e mãos em tons verde, azul e roxo, levantadas. Acima das mãos está a frase "Doenças Raras", seguida da hashtag "#SomosTodosRaros".


No dia 28 de fevereiro será comemorado o DIA MUNDIAL DAS DOENÇAS RARAS

Publicado em 14/02/2022

O Dia Mundial das Doenças Raras é um dia festivo celebrado no último dia do mês de fevereiro, visando a aumentar a consciência sobre as doenças raras e a melhorar o acesso ao tratamento e à assistência médica dos indivíduos com alguma doença rara e suas famílias. De iniciativa europeia, foi estabelecido em 2008, escolhendo-se o dia 29 de fevereiro por ser um "dia raro". Para os anos não-bissextos, o dia é 28 de fevereiro.

Doenças raras são definidas pelo número reduzido de pessoas afetadas: 65 indivíduos a cada 100.000 pessoas. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), elas são caracterizadas por uma ampla diversidade de sinais e sintomas, que variam de enfermidade para enfermidade, assim como de pessoa para pessoa afetada pela mesma condição.

O Ministério da Saúde, por meio da Portaria nº 199/2.014, instituiu a Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras, aprovou as Diretrizes para Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) e instituiu incentivos financeiros de custeio.

Panorama:

– há cerca de 7 mil doenças raras descritas, sendo 80% de origem genética e 20% de causas infecciosas, virais ou degenerativas;

– 13 milhões de brasileiros vivem com essas enfermidades;

– para 95% não há tratamento, restando somente os cuidados paliativos e serviços de reabilitação;

– estimam-se 5 casos para cada 10 mil pessoas;

– para chegar ao diagnóstico, um paciente chega a consultar até 10 médicos diferentes;

– a maioria é diagnosticada tardiamente, por volta dos 5 anos de idade;

– 3% tem tratamento cirúrgico ou medicamentos regulares que atenuam sintomas;

– 75% ocorrem em crianças e jovens;

– 2% tem tratamento com medicamentos órfãos (medicamentos que, por razões econômicas, precisam de incentivo para serem desenvolvidos), capazes de interferir na progressão da doença.

Algumas doenças raras mais conhecidas são:

  • Adrenoleucodistrofia;

  • Anemia aplástica, falciforme, mielodisplasia e neutropenias constitucionais;

  • Deficiência de hormônio do crescimento – hipopituitarismo;

  • Dermatomiosite e polimiosite;

  • Doença de Crohn;

  • Doença de Huntington;

  • Epidermólise bolhosa;

  • Esclerose lateral amiotrófica e Esclerose múltipla;

  • Espondilite anquilosante;

  • Fenilcetonúria;

  • Fibrose cística;

  • Hepatite autoimune;

  • Hiperplasia adrenal congênita;

  • Hipertensão arterial pulmonar;

  • Hipoparatireoidismo;

  • Hipotireoidismo congênito;

  • Insuficiência adrenal congênita;

  • Leucemia mielóide crônica;

  • Lúpus eritematoso sistêmico;

  • Miastenia gravis;

  • Mieloma múltiplo;

  • Mucopolissacaridose tipo I e tipo II;

  • Osteogênese imperfeita;

  • Púrpura trombocitopênica idiopática;

  • Sarcoma das partes moles;

  • Síndrome de Cushing;

  • Síndrome de Ehlers-Danlos;

  • Síndrome de Guillain-Barré;

  • Síndrome de Turner;

  • Talassemias;

  • Tumores neuroendócrinos (TNEs).

(Fonte: Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde)

Para todos verem: Imagem em formato retangular, fundo branco, com um símbolo representando o DNA nas cores rosa e azul. Ao lado a palavra "SIDORA" escrita em azul, abaixo a frase "Cadastre-se" escrita em rosa.


O SIDORA é o cadastro de síndromes e doenças raras do Paraná. Se você tem diagnóstico de uma doença rara, cadastre-se pelo link: https://www.fepe.org.br/cadastro-sidora/

Para todos verem: Imagem em formato retangular, fundo azul, com o anúncio do programa do YouTube "Viver Melhor". Por trás da frase há dois círculos concêntricos, um azul e um amarelo.


Para saber mais:

O Programa do YouTube "Viver Melhor" trouxe uma edição especial relativa à conscientização sobre as doenças raras. Pode ser acessado pelo link: https://www.youtube.com/watch?v=QbDqdNpZyBQ